Ógui Lourenço Mauri

Sou leonino. Nasci num 10 de agosto,
no mesmo dia em que veio ao mundo
o cantor Agepê (já falecido).
Minha "contagem
progressiva e sem volta"
já passou dos 60
(sessenta). Algumas figuras
bastante conhecidas
fazem aniversário no
mesmo dia em que acontece o meu.
Caso do ator Fábio Assunção,
da cantora Fafá de Belém e do
"sex-symbol" Antonio Banderas.
O grande escritor Jorge Amado,
que nos deixou em 06/08/2001,
nasceu num 10 de agosto,
30 anos à minha frente
(e aqui vale a distância
que nos separa no talento).
É bem provável que todas essas
"feras" apareçam no cenário
para compensar minha insignificância.
Sou natural de Irapuã, pacata cidade
nas proximidades de
São José do Rio Preto (SP),
mas resido em Catanduva,
na mesma região,
desde a adolescência e
com algumas saídas temporárias
por razões profissionais
(fui bancário e professor).
Gosto de Deus, acima de tudo;
de minha família, de meus amigos
de verdade e de meu país.
Sou "viciado" em leitura
(livros, jornais, revistas),
em escrever poesias e em
futebol (aqui, o Palmeiras).
Sinto-me feliz ao ajudar,
no anonimato, os necessitados.
Não gosto de pessoas falsas,
de exibicionistas e de mal-educados;
abomino a inveja, a maledicência
e o desrespeito às leis e aos
costumes sadios
consagrados na sociedade.


 

 


Award



 


Meu Livro de Visitas
 
Livro de Visitas


 





 



Prêmios Recebidos



 


Links

*

AVPB - Academia Virtual Poética do Brasil
AVSPE - Acad. Virtual Sala Poetas e Escritores
Sonhando com José Maciel
Sonhando com José Maciel - Cantinho Latino
Mundo Virtual de Betsy Calisto
Faria Canto Mágico & Sonhos
Amor em Verso e Prosa
Princesa Bibi
Família Borba Pinheiro
Yara Nazaré
Nadir A. D'Onofrio
Fragrância da Alma
Recanto e Encantos
Porto dos Sonhos & das Poesias
Lígia Tomarchio
Lupércio Mundim
Coração e Alma
Meus Momentos
Cochilando nas Estrelas
Grace Spiller
Simplesmente Beija Flor
Vida Transparente
Eda C. da Rocha
Fragmentos dos meus sonhos
Cenário de Sentimentos
Minha Casinha
Sou Poesia... Mary Trujillo
Blog Líterolegal Prisco
NinaAguamarina Home Page
Criando Sonhos
Alma Arte Poesia




 



 



 



Acadêmico Fundador
Ocupa a cadeira n. 27



Membro Efetivo



Venha fazer parte do grupo
"Doce Mistério".
É só clicar no selinho.



 







 



::Indique esse Blog

 



Canção da Vida
Ógui Lourenço Mauri
A vida é uma canção envolvente,
Cujos solfejos são a esperança;
As estrofes, os passos à frente;
O estribilho, a perseverança.
Trecho da poesia
de Ógui L. Mauri

My House on Web

Arquivo

02/08/2015 a 08/08/2015

22/03/2015 a 28/03/2015

01/02/2015 a 07/02/2015

18/01/2015 a 24/01/2015

11/01/2015 a 17/01/2015

28/12/2014 a 03/01/2015

07/12/2014 a 13/12/2014

23/11/2014 a 29/11/2014

17/08/2014 a 23/08/2014

27/07/2014 a 02/08/2014

20/07/2014 a 26/07/2014

13/07/2014 a 19/07/2014

09/09/2012 a 15/09/2012

12/02/2012 a 18/02/2012

08/01/2012 a 14/01/2012

14/08/2011 a 20/08/2011

16/01/2011 a 22/01/2011

25/07/2010 a 31/07/2010

21/03/2010 a 27/03/2010

13/12/2009 a 19/12/2009

09/08/2009 a 15/08/2009

29/03/2009 a 04/04/2009

11/01/2009 a 17/01/2009

04/01/2009 a 10/01/2009

28/12/2008 a 03/01/2009

23/11/2008 a 29/11/2008

12/10/2008 a 18/10/2008

24/08/2008 a 30/08/2008

13/07/2008 a 19/07/2008

15/06/2008 a 21/06/2008

18/05/2008 a 24/05/2008

13/04/2008 a 19/04/2008

16/03/2008 a 22/03/2008

17/02/2008 a 23/02/2008



 



My Way


 


**RECOMENDO**




 

 


 


 









 



 



Blog Criado por:
Roberta Viana - Sollua
 
Mantido por:
Art. by Mary Trujillo
 
(c) 2008
São Paulo - Brasil
Direitos Registrados



 





Créditos

 





 



A Dança me Contagiou
Ógui Lourenço Mauri

Ao fascínio da envolvente melodia,
À dança frenética de tanta gente,
Ninguém consegue ficar indiferente...
Todos juntos, bem no ritmo da alegria!

Vem, meu amor! Entremos logo na pista!
Não há tempo a perder nesta linda festa;
No salão tomado, pouco espaço resta...
Animação dessas, não há quem resista!

Assim mesmo!... Tu sabes muito mais que eu!
Eu fico encantado com tua evolução,
Sigo teus passos, segurando tua mão,
Não perco, sequer, um movimento teu.

Que graciosa tu estás com este vestido!
Ele te deixa mais lépida e bonita;
Aos meus olhos, é teu corpo que gravita,
Enquanto eu danço contigo, embevecido.

Sinto-me contagiado por este ambiente,
Por esta multidão que dança feliz;
Estou, enfim, fazendo o que sempre quis:
Dançar com meu amor, deliciosamente.
Ógui Lourenço Mauri
23.01.2006

(c) 2008
São Paulo - Brasil
Direitos Registrados

::Postado por Ógui Mauri ್ 20h46
::

Retrato de Mulher
Ógui Lourenço Mauri

Pobre mãe-menina, marginalizada!
Sozinha, deu à luz debaixo da ponte
Um ser de paternidade ignorada...
Agora, mãe e filho sem horizonte!

Malvista, miserável e mãe solteira;
Retrato de mulher achado no lixo,
Pelo jeito, vai passar a vida inteira
Enfrentando do destino o seu capricho.

É "Socialite" às avessas no jornal...
Com um filho recém-nascido na vida.
Às vezes sai no noticiário geral:
Retrato de mulher pedindo comida!

Ah, se a cronista da página social
Não se preocupasse só com as madames!...
E mostrasse à sociedade por igual,
Outro retrato de mulher, das infames!...

Somente assim creio que seria possível
À camada rica se dar uma pista
Do tanto que ela se apresenta insensível,
Toda voltada para si, tão egoísta!

Retrato de mulher, foco de beleza!
Impróprio para propagar mendicância.
Não podemos contrariar a Natureza,
Retrato de mulher é só elegância!
Ógui Lourenço Mauri
21.02.2005

(c) 2008
São Paulo - Brasil
Direitos Registrados
 

::Postado por Ógui Mauri ್ 20h45
::

O Brasil para nossos filhos!
Ógui Lourenço Mauri

Meu Brasil, teu passado feito de glória,
Impõe-se como o condão de teu presente!
Acolhe à risca os ditames de tua História,
Não temas os percalços que vêm à frente!

Se nós vivemos teu passado às avessas,
Se o agora nos deixa a todos no escuro,
Cobremos dos políticos as promessas,
Retomemos, já, a busca do futuro!

Extenso e uno te fez a Geografia!
Em teu território, uma única língua!
Armas imponentes, de grande valia
E que põem as adversidades à míngua...

Em todos os quadrantes tens abundância,
Riquezas à vista e veios minerais,
Mostras promissoras juventude e infância...
E assim não seremos vencidos jamais.

"Florão da América" no seu pedestal!
Mantém o foco e supera os empecilhos!...
Não somos só futebol e carnaval,
Façamos o Brasil para nossos filhos!
Ógui Lourenço Mauri
17.08.2005

(c) 2008
São Paulo - Brasil
Direitos Registrados

 

::Postado por Ógui Mauri ್ 20h34
::